Universidade do Algarve

Faculdade de Ciências e Tecnologia

 
   
 
  Página principal

Citricultura

 


Resumo descritivo:

Nesta unidade curricular é estudada a biologia dos citrinos, assim como as tecnologias de produção dos mesmos, incluindo a produção de material vegetal e alguns aspetos específicos do tratamento pós-colheita. É dada uma visão global deste sector da fruticultura, abordando as suas peculiaridades e preparando o formando para desenvolver atividade nesta área como um técnico qualificado e capaz de contribuir para o desenvolvimento da citricultura. 

 

Materiais de Apoio:

Dados aos alunos no decorrer do semestre.

 

 

Sites a consultar

 

Dados estatísticos da FAO

IGP - Citrinos do Algarve

Centro de Citricultura Sylvio Moreira - Brasil

 Muitos outros

 

 

 

 

 

 Bibliografia básica:
Agustí, M., 1999. Citricultura. Mundi-Prensa., Madrid, Espanha.
Amaral, D. 1982. Os citrinos. Livraria Clássica Editora, Lisboa, Portugal.
Davies, F.S. & Albrigo, L.G.1999. Cítricos. Edit. Acribia, Zaragoza, Espanha.

Reuther, W. et al,  1967/78. The citrus industry. Vol. I (1967) II (1968), III (1973) IV (1978). Univ. of California, Davis.

Bono, R., Soler, J. & Fernández de Córdova, L. 1985. Variedades de agrios cultivadas en España. Generalitat Valenciana, Valencia, Espanha.
Hodgson, R.W. 1967. Horticultural varieties of Citrus. Em: The Citrus Industry. Reuther, W.; Batchelor, L.D. & Webber (editores). Univ. Calif. Div. Agr. Sci. Berkeley.U.S.A., 1:431-591.
Saunt, J. 1992. Variedades de Citricos del Mundo. Sinclair & Edipublic. Valencia, España. 128 p.
Soler, J. 1999. Reconocimiento de variedades de cítricos en campo. Generalitat Valenciana, Valencia, Espanha.

Para cada tema é indicada bibliografia especializada
 




Avaliação:

A avaliação da disciplina baseia-se na realização de uma prova de frequência e/ou um exame e de um trabalho individual cujo tema será decidido por acordo entre o docente e o aluno. Para obter aprovação na unidade curricular os estudantes necessitam obter aprovação em ambas componentes da avaliação.
 

Nota: A realização do trabalho é obrigatória para todos os estudantes independentemente de optarem pela avaliação por frequência ou por exame.
Os alunos que têm o estatuto de trabalhador-estudante terão de cumprir as mesmas provas de avaliação.